Blog do Tião Lucena

Blog do Tião Lucena

Postagens

  • Publicado por Tião Lucena em 16.04.2014


    Ricardo entrega novos equipamentos ao Corpo de Bombeiros e autoriza pavimentação de rodovias


    O governador Ricardo Coutinho cumpre agenda administrativa nesta quarta-feira (16) nas cidades de João Pessoa, Belém, Caiçara e Logradouro. Nas solenidades, serão entregues novos equipamentos para o Corpo de Bombeiros e assinadas ordens de serviços para pavimentação de rodovias. 

    Data: 16/04/14 (Quarta-Feira) 

    João Pessoa

    - Solenidade de entrega de auto plataforma aérea do Corpo de Bombeiros

    Hora: 10h

    Local: Parque Solon de Lucena (ao lado do Cassino da Lagoa)

    Belém

    – Assinatura da Ordem de Serviço para a urbanização de acesso da rua nova/Giradouro

    Hora: 16h

    Local: Praça 6 de setembro (ao lado da igreja matriz) 

    Caiçara

    – Assinatura de Ordem de Serviço para rejuvenescimento da rodovia PB-089, no entroncamento da PB-073 (Belém / Caiçara/Logradouro)

    Hora: 17h30

    Local: Praça Dois Antônios - Rua Francisco Carneiro – Centro 

    Logradouro

    - Assinatura de Ordem de Serviço para rejuvenescimento da rodovia PB-089, no entroncamento da PB-073 (Belém / Caiçara/Logradouro)

    Hora: 19h

    Local: Rua Francisco Xavier de Oliveira– Centro

  • Publicado por Tião Lucena em 16.04.2014


    Discursar para as minorias é fácil, difícil é fazer por elas!


    Por: Aldo Ribeiro
    Minoria. A parte menos numerosa, portanto, do ponto de vista eleitoral a parte que menos interessa. De um modo geral, a plataforma de governo e a estratégia de mídia de um candidato à vaga no executivo ou legislativo, foca sobretudo no eleitor médio. A grosso modo, o eleitor médio não prioriza o assunto política, e dispõe apenas de informações básicas na hora de votar. Na verdade vivemos numa democracia troncha, paradoxal. Ela existe, está ao nosso alcance, mas não sabemos usá-la na sua plenitude. Ou você acha que além de nós, inxiridos que somos, exista algúem mais preocupado com política nesse momento? Suponho que não.
    Deixando de lado as possíveis conjecturas, o rame rame diário, e mirando na dicotomia entre política para minorias versus política para eleitor médio, efetividade versus discurso, quero chegar à uma discussão mais singular sobre o tema, a da comparação.
    Que outro governo olhou verdadeiramente para quilombolas, ciganos ou índios nesse estado? Pra ser bem sincero, na ignorância de eleitor médio que talvez eu ainda seja, nem imaginava que ainda existisse comunidades ciganas ou quilombos no Brasil.
    Talvez não saibamos, mas em 2013 o governo estadual beneficiou quase 300 famílias de comunidades quilombolas no município de Areia, reformando e ampliando uma unidade de beneficiamento de alimentos e outra unidade para criação de aves.
    Talvez nem tenhamos ideia, mas o governo estadual entregou recentemente um sistema de abastecimento dágua completo na comunidade quilombola de Barra de Oitis, no município de Diamante, levando água às torneiras de 115 famílias quilombolas após mais de trinta anos de espera. Me respondam, qual político escroto e em sã consciência, iria se preocupar em beneficiar um quilombo perdido no meio do nada em pleno ano de eleição?
    E o que dizer da comunidade cigana? Independente dos conceitos controversos que algumas pessoas tem em relação aos mesmos, algum outro governador em qualquer época da nossa história, lembrou-se de levar alguma benfeitoria, por menor que fosse, para esse grupo de pessoas? Pois esse governo beneficia cerca de 55 famílias com um curso de luthier, uma espécie de curso para reforma e construção de instrumentos musicais com o intuito de manter e fortalecer as tradições ciganas.
    E os índios? Expulsos, quase dizimados e verdadeiros donos dessa terra. Acredito que poucos saibam, mas esse governo já assinou convênios, entregou tablets, kits esportivos e bicicletas para os estudantes indígenas. Alguém sabia que foi inaugurada e já funciona uma usina de extração de mel na aldeia São Miguel, em Baía da Traição, beneficiando cerca de 20 famílias? Pois é, eu também não sabia.
    Volto a insistir com o termo republicanidade, coisa que até bem pouco tempo nunca tínhamos experimentado. Governar para todos, sem calcular o crédito eleitoral. Política com P maiúsculo. É por isso que eles se articulam sorrateiramente nos esgotos da cidade. É disso que eles tem medo. Eles se alimentam da nossa desinformação, afinal de contas somos quase todos eleitores médios.
    "O que mais preocupa não é o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Luther King)

  • Publicado por Tião Lucena em 16.04.2014


    Justiça do RN manda prender homem com barriga saliente


    Por Elton Bezerra

    Se você é homem, moreno, tem a barriga ligeiramente saliente, mede entre 1,70 e 1,75, tem de 30 a 35 anos e sotaque tipicamente nordestino, cuidado. A polícia do Rio Grande do Norte pode prendê-lo a qualquer momento.

    No último dia 21 de março, a juíza Manuela Alexandria Fernandes Barbosa, da 2ª Vara de Parnamirim, expediu mandado de prisão sem o nome do destinatário. No lugar, preencheu com a descrição do acusado, que, pelo perfil, pode ser boa parte da população adulta masculina do país.

    Além das características mencionadas, o procurado também tem olhos e cabelos pretos, um risco no queixo, algumas espinhas e manchas nas maçãs do rosto, sem tatuagem aparente, nem barba ou bigode. O mandado vale até 21 de março de 2030.

    Em 2012, a juíza mandou citar um homem com as mesmas características.

    Elton Bezerra é repórter da revista Consultor Jurídico.

  • Publicado por Tião Lucena em 16.04.2014


    Cássio diz que Dilma orienta base para melar a criação da CPI da Petrobras


    “As grandes dúvidas não foram esclarecidas”. Assim o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) resumiu a audiência pública com a presidente da Petrobras, Graça Foster, que passou quase seis horas no Senado Federal, nesta terça-feira, 15, tentando explicar o inexplicável.
    PASADENA - Para Cássio, o que todo brasileiro quer saber, desde que pipocaram escândalos envolvendo a empresa brasileira, é como explicar a aquisição da refinaria de Pasadena. O senador perguntou por que, de US$ 42,5 milhões, o bem subiu para U$$ 1,25 bilhão em menos de um ano. Por que, também, o Conselho da Petrobras, constituído para esse fim, não observou uma cláusula que é habitual nos contratos.
    E o que é ainda pior, na visão do senador paraibano: “A negociação foi feita em 2006. O Governo Federal diz que só tomou conhecimento da cláusula entre a Petrobras e a Astra Oil em 2008. Isto, para mim, já é agravante. Pois bem. De lá para cá, seis anos se passaram e não se puniu o responsável por esse escândalo?” - questionou, indignado.
    PATRIMÔNIO - Para Cássio, não se trata de “joguete político”: a Petrobras é um patrimônio da sociedade brasileira e há crime de omissão, corrupção e má gestão. “Fica claro que a presidente Dilma pede investigação total dos fatos, mas orienta a base a melar a criação da CPI para apurar os escândalos na Petrobras" – afirmou.

  • Publicado por Tião Lucena em 15.04.2014


    Em Salvador, Ricardo faz palestra e empresários elogiam indicadores econômicos da PB


    O governador Ricardo Coutinho apresentou, nesta terça-feira (13), as potencialidades do Estado da Paraíba para novos investimentos para executivos e empresários das principais empresas do país, durante o ‘Exame Fórum Nordeste’, evento da editora Abril, que discutiu os desafios da região, bem como reduzir a desigualdade e aumentar a produtividade. Ricardo participou do evento, realizado em Salvador (BA), ao lado dos governadores Jacques Wagner (Bahia) e Rosalba Ciarlini (Rio Grande do Norte).

    O governador defendeu que o país precisa de investimentos para viver um novo ciclo de industrialização e desenvolvimento que diminua as desigualdades. “Só se diminui as desigualdades com investimentos na educação básica e profissionalizante e na produção em logística, portos, estradas que preparem os Estados para esse novo ciclo e que, ao mesmo tempo, retire recursos das atividades meio dos Estados e coloque nas atividades fim. Esse é o grande desafio, que é difícil, mas necessário para que essa geração e a futura se estabeleçam num mundo tão competitivo”, ressaltou.

    Ricardo apresentou um panorama da economia paraibana, destacando o crescimento do Estado, a exemplo da indústria que tem um incremento médio de 12% ao ano e com um acréscimo de 1.281 empresas cadastradas na Receita em 2013. Também ressaltou a criação de 22,3 mil novos empregos nos últimos 12 meses, o que representa uma taxa de crescimento de 5,94%, a maior em termos proporcionais no país.

    “O mercado de consumo paraibano já dispõe de 637, 3 mil famílias das classes B e C, o que representa 70% das famílias do Estado. Por outro lado, temos o terceiro maior crescimento de vendas no comércio do país: 9,2% em 2013; e a segunda maior alta nominal no setor de serviços do Nordeste em 2013, 11% a mais de receita no setor. Isso demonstra um aumento do nosso potencial de consumo, que atingiu R$ 41,7 bilhões em 2013, um crescimento de 16,73%, que superou o índice nacional no mesmo ano de 9,9%", destacou Ricardo.

    Para um público de empresários e executivos, o governador afirmou que a Paraíba está de braços abertos para receber novos investimentos com uma política firme e ousada e os resultados estão presentes com um crescimento de 5,7% na economia em 2011, mais que o dobro da taxa brasileira. Ele citou setores como o automotivo com a implantação da fábrica Fiat nas divisas da Paraíba e de Pernambuco, com a criação de uma Região Integrada de Desenvolvimento dos Estados da Paraíba e Pernambuco, que envolve 13 cidades com a adoção de uma mesma política tributária e ações conjuntas para captação de recursos.

    Turismo- O Centro de Convenções de João Pessoa com investimentos de R$ 245 milhões e com capacidade para receber eventos simultâneos de até 20 mil pessoas foi apresentado pelo governador Ricardo Coutinho como impulsor do desenvolvimento turístico junto com o Polo Cabo Branco, que está preparado para receber resorts e hotéis. "Com eventos agendados até 2016, temos apenas 12 mil leitos com uma ocupação de 100% dos hotéis na alta estação, portanto, temos ambiente e mercado para receber investimentos em hotéis e bares e restaurantes dada a procura crescente de turistas brasileiros e estrangeiros de uma forma sustentável", completou.

    Reforma Tributária - “O Brasil precisa discutir urgentemente e colocar o dedo na ferida da autonomia dos Estados, pois não é possível viver em um Estado federado na teoria e unitário na divisão das receitas. Não fosse o crescimento do mercado interno com incentivo para instalação de 191 empresas, quatro unidades de Call centers, que ajudaram a um crescimento de ICMS de 16,6% em relação a 2013, não teríamos conseguido avançar economicamente e socialmente. Ou se descentraliza os recursos para os Estados ou poderemos ter dificuldades no futuro. O Nordeste não pode ser visto como problema, mas como solução para o Brasil", ressaltou.

    Empresas em expansão - O presidente da Rede Pague Menos, Deusimar Queiroz, parabenizou a apresentação do governador, ressaltando que o seu grupo de farmácias vem crescendo não só nas vendas, mas expandindo lojas em toda a Paraíba. “O nosso grupo cresceu 17,8% na Paraíba em 2013 e temos planos de expansão junto com o Estado, como a interiorização das nossas lojas em municípios a exemplo de Patos”, anunciou.

    O executivo da Pague Menos reafirmou a fala de Ricardo Coutinho, ressaltando que os Estados precisam ter autonomia para ficar com a arrecadação dentro de um novo Pacto Fiscal. “Acreditamos que o Nordeste e a Paraíba continuarão crescendo", afirmou.

    O presidente do grupo Riachuelo, Flávio Rocha, comentou que a empresa que dirige possui uma atuação forte na Paraíba e é testemunha do crescimento econômico que refletiu no aumento do consumo de roupas e moda nas classes mais baixas. Ele adiantou que este ano o grupo abrirá uma nova loja em Campina Grande e outra em João Pessoa e ainda comemora a inauguração no final do ano passado da 4ª loja na Capital. “Estamos vivendo o maior plano de expansão de lojas e a Paraíba estará inserida neste momento. Temos hoje uma nova classe média que se tornou consumidora de roupas e moda, principalmente no Nordeste, pela predominância de cidades litorâneas com gastos ligados ao vestuário e beleza", avaliou o executivo.

  • Publicado por Tião Lucena em 15.04.2014


    É ladrão pra todo lado!


     PF identifica fraude em construção de hotel na Paraíba para a Copa do Mundo


    "Já sabemos que um empresário de Brasília está à frente do esquema. Resta saber se o sócio dele também fez parte e se os funcionários do BNB foram negligentes ou se participaram"

    A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira uma série de mandados de busca e apreensão relacionados à construção de um hotel na Paraíba. O empreendimento obteve financiamento de um fundo direcionado à Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil, e os policiais têm convicção de que houve fraude...

    "Temos convicção absoluta", confirmou o delegado Leonardo Paiva, da Polícia Federal da Paraíba. "Cumprimos ordens judiciais de busca e apreensão na casa dos investigados e no estabelecimento comercial para tentar identificar provas que mostrassem como se deu a fraude", completou.

    O hotel captou R$ 7 milhões do FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste), uma linha de crédito criada para atividades de apoio à Copa do Mundo de 2014. A Polícia Federal ainda não conseguiu medir o tamanho da fraude.

    "Já sabemos que um empresário de Brasília está à frente do esquema. Resta saber se o sócio dele também fez parte e se os funcionários do Banco do Nordeste do Brasil foram negligentes ou se participaram", afirmou Paiva.

    A operação deflagrada nesta terça-feira recebeu o nome de "Gol Contra". A suspeita de fraude surgiu em fiscalização de rotina da Controladoria Geral da União, e os mandados executados pela PF encontraram notas fiscais frias e R$ 130 mil em espécie. Computadores e documentos foram apreendidos para análise.

    Essa análise é o próximo passo na investigação. Computadores e documentos passarão por averiguação da perícia da PF, e esse processo pode levar de 60 a 90 dias. Até aqui, quatro pessoas estão sendo investigadas.

    "Muitos valores foram objetos de notas frias, superfaturamento e aquisições com valor abaixo do que deveria ter sido feito. Para obter um financiamento, eu apresento um projeto e digo que preciso de R$ 1 milhão para um sistema de ar condicionado. O banco me dá R$ 1 milhão, mas eu vou lá e compro por R$ 200 mil. Para onde vão os outros R$ 800 mil?", questionou o delegado da Polícia Federal.

    As quatro pessoas que estão sendo investigadas ainda darão depoimentos à Polícia Federal. Se o crime contra o sistema financeiro nacional for confirmado, elas podem ser indiciadas e pegar até oito anos de reclusão.
    Fonte: GUILHERME COSTA portal UOL - 15/04/2014 - - 15:41:11

  • Publicado por Tião Lucena em 15.04.2014


    Vereadores baianos "alteram" Constituição Federal


    Foi aprovada, em Aporá/BA, lei municipal que altera o inciso IV do artigo 29 da Constituição Federal.

    Ministério Público move Ação Civil Pública contra os vereadores e o prefeito.

    ORIGEM: PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE ACAJUTIBA

    INQUÉRITO CIVIL Nº 01/2013

    Area: Patromônio Público - Moralidade Administrativa - Improbidade

    Objeto: Apurar a possível prática de ato de improbidade, perpetrato por todos os então Vereadores e pelo então Prefeito do Município de Aporá, consubstanciado na votação, aprovação e sanção de lei sabidamente inconstitucional, Lei Municipal nº 045/ 2011, a qual alterou, com usurpação de competência constitucional, "a redação do inciso IV do caput do art. 29 da Constituição Federal e do art. 29-A, tratando das disposições relativas à recomposição das Câmaras Municipais" (texto expresso da Lei Municipal nº 045/2011.

    Data de Instauração: 21/13/2013

    Interessados: Município de Apoá e Câmara de Vereadores de Aporá Promotor de Justiça: Pablo Antonio Cordeiro de Almeida

    Em seguida, consegui encontrar a lei no Portal da Transparência, e, para completar, ainda existem duas leis 45 de 2011 no município de Aporá, a dita cuja, e uma outra.

    Portanto, pasmem, aparentemente é real o fato de que uma câmara legislativa aprovou lei municipal para alterar a Constituição Federal e tal lei ainda foi sancionada pelo poder executivo municipal.

  • Publicado por Tião Lucena em 15.04.2014


    Vital ameaça negar legenda aos prefeitos que não apoiarem o irmão dele


     Os prefeitos paraibanos do PMDB que anunciaram apoio ao projeto político do governador Ricardo Coutinho (PSB) que se cuidem. Se depender exclusivamente da vontade do senador Vital do Rego Filho, os que tiverem direito à disputa da reeleição poderão não obter legenda e ficarem de fora da disputa daqui há dois anos.

    Na RCTV, Vitalzinho aproveitou para avisar a prefeitos que se enquadrem logo às regras do PMDB

    “Se o prefeito não estiver com o partido agora como é que vai pedir solidariedade daqui há dois anos?”, indagou o senador durante entrevista concedida na noite desta segunda-feira (14) à RCTV, de João Pessoa, numa visível ameaça àqueles  que se mantiverem afinados com o projeto da situação.

    Segundo Vitalzinho, o PMDB apenas liberou os seus prefeitos para se engajarem administrativamente com o Governo do Estado. “Mas se isso evoluiu para outro campo, nós temos que exigir o realinhamento dessa posição”, disse o senador.

    Advertido por um dos apresentadores do programa - Heron Cid - de que essa posição poderia se mostrar contraditória, uma vez que o PMDB não puniu o deputado federal Wilson Santiago Filho, nem tampouco o seu pai, ex-senador Wilson Santiago, que praticaram infidelidade partidária ao deixarem a legenda migrando para o PTB, o que poderia levar os prefeitos a ficarem inteiramente à vontade no apoio a Coutinho, Vital do Rego Filho foi generoso: “É diferente. Nós entendemos as razões deles e tivemos um gesto de compreensão”, finalizou.


1 2 3 4 5





Perfil do Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá. Nos três primeiros desempenhou as funções de repórter, editor político, editor do interior, chefe de reportagem e secretário de redação. Também foi vice-presidente da API e diretor do Sindicato dos Jornalistas. Cansou de trabalhar em jornais, cansou de patrões e resolveu criar um espaço somente seu na internet, onde pretende fazer um jornalismo sem cabresto e sem censura.

Publicidade

Entrevista

"O jornalismo atual perdeu a compostura"

Frutuoso Chaves

Entrevista com: Frutuoso Chaves

Usuários Online

No momento temos lendo este blog. No total, 13734311 pessoas visitaram esta página.

 

Coluna do Tião

Nos tempos de jornal (63)

Nos tempos de jornal (63)

Clima

 

Coluna do Chico Pinto

SEM CAMPINA GRANDE FICA DIFICIL

SEM CAMPINA GRANDE FICA DIFICIL

Enquete

 

Rádio Online

Subir

tiaolucena@gmail.com

Tião Lucena - Todos os Direitos reservados