Blog do Tião Lucena

Blog do Tião Lucena

Postagens

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Os moídos do dia


    É moído demais!


    Soube que o caldeirão ferveu na Assembléia Legislativa da Paraíba, hoje, depois que o governador Ricardo Coutinho disse, num comício, que se quisesse comprar maioria para ele no Legislativo bastava pagar 300 mil para cada deputado. Teve deles que ameaçou processar o governador, Antonio Mineral, revoltado ( me engana que eu gosto) chegou a dizer que o dinheiro do governador era podre (e dinheiro fede?),mas quando a tampa da panela ameaçava explodir, eis que surgiu o deputado Tião Gomes, que tem o juízo do tamanho de uma semente de coentro, reafirmando na frente de todos o que Ricardo tinha dito e avisando que possui uma lista com os nomes dos deputados vendidos.

    Salto alto


    A vereadora Raissa Lacerda, preocupada com o já ganhou reinante na campanha do tucano Cássio Cunha Lima, mandou avisar que o momento é de trabalho e que salto alto não dá vitória a ninguém. No que tem redobrada razão, pois cantar vitória com o ovo no cu da galinha é um exercício de pura burrice.

    De jatinho


    O ministro Roberto Barroso, do STF, viria fazer palestra no Congresso de Procuradores do Estado, mas não vem mais porque só viria se disponibilizassem para ele um jatinho que o traria e o levaria de volta assim que terminasse de palestrar. É que o ministro tem compromisso no dia seguinte ao da data do congresso. Como a Aspas não tem dinheiro para tamanha façanha, o ministro foi substituído por outro palestrante com agenda mais folgada.

    Não publico


    Não publico, nem que a vaca tussa, matéria tratando de multa a esse ou aquele veículo de comunicação. Discordo desse patrulhamento idiota. A liberdade de expressão é, ainda, uma das poucas coisas boas que restam na Constituição, mas por aqui estão tomando o pião na unha e metendo processo em portais e blogs, com o objetivo de calar a boca dos jornalistas. Por isso nem mandem pra cá releeses contendo notícias sobre punições a jornalistas, pois é chegando aqui e eu deletando.

    Inaldo com Cássio


    O ex-deputado Inaldo Leitão entregou a Secretaria de Acompanhamento da Prefeitura de João Pessoa, onde estava desde o começo do ano, porque, segundo alegou, não apoia a reeleição do governador Ricardo Coutinho e sim a candidatura de Cássio Cunha Lima. O prefeito Luciano Cartaxo aceitou a entrega, mas ainda não anunciou o nome do substituto de Leitão.

    Tristeza

    A poesia está triste, o sertão chora, Princesa não é mais a mesma,morreu João Paraibano, o mais autêntico cantador de nosso chão.

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Tião reafirma denúncia de Ricardo contra parlamentares e diz que tem lista com nomes dos 'ditos cujos'


    O deputado Tião Gomes (PSL), reafirmou denúncia feita pelo governador Ricardo Coutinho (PSB). Coutinho fez acusações ao presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PEN) de beneficiamento de parlamentares. O deputado afirmou, inclusive, que foi um dos beneficiados em governos anteriores.

    Para Gomes, Ricardo tentou ‘moralizar a Política na Paraíba’ e ‘se ele quisesse teria a maioria’ como tem ‘Ricardo Marcelo’. Acusando o deputado de favorecimentos em troca de apoio. Questionado sobre as provas, o deputado afirmou que tem uma lista, mas que não divulgará para não constranger os deputados envolvidos.

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Hotéis e restaurantes serão penalizados por coleta de lixo no Conde


    Marcos Maivado Marinho
    Vereadores no Município do Conde que seguem a orientação da prefeita Tatiana Correia (PTdo B) estão prestes a formalizar uma lei que, na prática, provocará o afastamento dos turistas do chamado litoral Sul da Paraíba, conhecido pelas paradisíacas praias do Amor, Jacumã, Carapibus, Tabatinga, Coqueirinho e Tambaba, dentre outras.
    O projeto de lei sugerido consiste em taxar a mais os donos de pousadas e restaurantes para que a prefeitura possa recolher o lixo que o setor produz. De acordo com um dos porta vozes da prefeita, o vereador Sanderson, a gestão de Tatiana faz um enorme esforço para realizar a coleta dos resíduos, mas na realidade existem grandes empresas no Município (pousadas e hotéis) e estas é que deverão pagar pelo serviço.
    Com a taxa penalizando hoteleiros e donos de restaurantes, evidente que o custo para o turista será acrescido inviabilizando a expansão da atividade no Conde, o que é deveras lastimável.
    Sanderson denunciou que essas empresas estão isentas da cobrança, o que não é justo nem legal, daí a proposta apresentada para resolver a questão. O vereador foi além: se acaso a idéia não vingar, que se libere da taxa de lixo todos os demais munícipes do Conde.
    Na noite desta segunda-feira a sessão da Câmara Municipal “quase pega fogo” com esse debate, segundo noticiou um portal da região (CondeNews)
    Os vereadores Luzimar Nunes e Carlos Manga Rosa também apoiaram a tese de Sanderson. E o debate seguiu por quase toda a sessão, até a hora em que Manga Rosa, via celular, averiguou nas redes sociais e constatou que o seu colega de Casa, Naldo Cell, teria colocado os respectivos nomes dos idealizadores da proposta no Facebook informando que ele e os outros dois parlamentares estariam querendo formular novos impostos para os pousadeiros do Município.
    Diz o portal ‘Conde News’ que a coisa ficou feia, pois o vereador Manga Rosa com o celular na mão bradou em alta voz no plenário: “O vereador Naldo deve falar por ele e não pelos outros. Ele colocou no Facebook que eu e vocês estaríamos querendo fazer uma nova lei para cobrança de impostos, na coleta do lixo. Ele fale por ele e me respeite”, gritou.
    Coube ao presidente da Câmara, Denis Pontes, tomar as rédeas do impasse e jogar um balde de gelo na discussão, que já estava fora de controle, adiando a discussão do tema.
    JUSTIFICATIVA
    O vereador Naldo Cell justificou que não havia colocado nada em rede social alguma, embora o post estivesse no ar em seu perfil. Ele pediu desculpas no plenário, uma vez que identificou ter sido a polêmica postagem colocado pela sua assessoria, sem o seu aval.

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    João Pereira da Luz, mais uma luz se apaga


    Zelito Nunes

    Há rexatamente um ano nesse mesmo dois de setembro enterrávamos aqui em Santo Amaro,uma canção chamada Carlos Fernando.
    Poeta,boêmio e imenso compositor," bebeu da vida,como bebe um marinheiro de partida".
    Morreu sereno com a sensação do dever cumprido.
    Deixou saudades desenhadas nas mesas dos bares "pelas ruas que andou" por aqui com Alceu,Geraldinho e nós outros.
    Agora se vai um poema,um poema "matuto",de formato grosseiro feito por mãos calejadas"pelos arames da viola" como diria Manoel Filó.
    Esse poema feito à mão nos deixa agora levando consigo o que há de mais puro,telúrico e ingênuo que jamais viram os  da sua e  da nossa pequena e universal aldeia.
    Ele se chamava João Pereira da Luz ou simplesmente João Paraibano,meio velho meio moço,meio anjo meio louco e  ainda meio menino.
    Poeta do meio do mundo,carregava no bojo de uma tosca viola todo "o sentimento do mundo" como diria Drummond.
    De estatura miuda sua figura ganhava contornos engraçados se movimentando com uma viola que parecia ser maior do que ele atravessada debaixo do braço ou colada ao peito,pelos  palcos,salas ,ruas e até carrocerias de caminhões onde exercia o seu único ofício de cantar o seu amor pela terra,pelo céu pelos animais e pelos inúmeros amigos que conquistou seu imenso coração.
    >>> Daí uma tristeza sem fim nos seus camaradas que se arrastou por noites de angústia e dias de incerteza nos corredores sombrios de um hospital onde entrou na condição de "paciente do SUS" e de onde jamais sairia depois de um estúpido atropelamento por uma motocicleta e uma luta desigual tendo de um lado um crimonoso e omisso sistema de saúde pública e do outro um perverso,usurário e burocrático modelo de saúde privada.
    Frágil,rompeu-se a corda da viola da vida no verso último da sua existência.
    E se foi o poetinha,anjo,louco e menino em busca da luz do destino que para ele estava guardado em algum lugar desse imenso  es estranho universo.....

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Poetas se transformam em poesia quando fingem morrer à eternidade


    MIGUEZIM DE PRINCESA

    (Homenagem a João Paraibano, em mote de Irapuan Sobral)

    Um poeta não morre, ele se encanta
    Nas nuvens que se escondem no horizonte,
    Nas imagens que se formam atrás do monte,
    Numa voz de tenor que a vida canta,
    Na criança protegida em uma manta
    Que a mãe recebeu da caridade,
    Na canção de mil anjos de bondade
    Que combatem a maldade e a hipocrisia:
    Poetas se transformam em poesia
    Quando fingem morrer à eternidade!
     

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Oposição ameaça processar Ricardo mas Tião Gomes confirma tudo


     Deputados da oposição se uniram hoje em plenário ameaçando processar o governador Ricardo Coutinho depois que ele disse, em comício na cidade de Alhandra, que se quisesse ter maioria no Legislativo, bastava pagar gratificação de 300 mil reais a cada parlamentar adesista. O mais inflamado era, justamente, Antonio Mineral, aquele que se manteve na base de Ricardo até a undécima hora e depois pulou de lado sem maiores explicações.

    O deputado Tião Gomes, no entanto, tratou de botou água fria na quentura dos seus colegas, dizendo em alto e bom som tudo o que foi dito por Ricardo era verdade, que se o governador quisesse teria mesmo maioria, bastava negociar com os parlamentares.

    Como num passe de magica os deputados silenciaram, não confrontaram Tião e muito menos o ameaçaram com processo.

    Um profundo mistério.

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Morre João Paraibano, o rouxinol da poesia


    MIGUEZIM DE PRINCESA

     

    O chão da seca rachado
    A flor morrendo de sede
    Um moribundo numa rede
    O Nordeste pranteado
    O sol mais quente, enraivado
    Causticou a pradaria
    Uma chuva que surgia
    Vento levou por engano
    Morre João Paraibano
    O Rouxinol da Poesia.
     

  • Publicado por Tião Lucena em 02.09.2014


    Maranhão diz que Cássio foi o culpado pelo rompimento da Barragem de Camará


     

    Entrevistado ontem no programa Conexão Master, da TV Master (João Pessoa), o candidato a senador José Maranhão (PMDB) culpou o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) pelo rompimento da Barragem Camará, em Alagoa Nova, em junho de 2004. “Meu governo construiu bem construída; o governo Cássio, que me sucedeu, é que não deu a devida manutenção, conforme atesta sentença da Justiça Federal da Paraíba”, afirmou.

    Sobre a mudança de discurso do candidato tucano em relação à questão das escolas na Paraíba, quando antes ele justificava a nucleação de escolas  e agora critica o que classifica de fechamento de escolas, Maranhão preferiu não se aprofundar no assunto, limitando-se a dizer que “a Paraíba é politizada, está vendo e está muito atenta a essas coisas.”


1 2 3 4





Perfil do Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá. Nos três primeiros desempenhou as funções de repórter, editor político, editor do interior, chefe de reportagem e secretário de redação. Também foi vice-presidente da API e diretor do Sindicato dos Jornalistas. Cansou de trabalhar em jornais, cansou de patrões e resolveu criar um espaço somente seu na internet, onde pretende fazer um jornalismo sem cabresto e sem censura.

Publicidade

Entrevista

"O jornalismo atual perdeu a compostura"

Frutuoso Chaves

Entrevista com: Frutuoso Chaves

Usuários Online

No momento temos lendo este blog. No total, 16015927 pessoas visitaram esta página.

 

Coluna do Tião

Nos tempos de jornal (65)

Nos tempos de jornal (65)

Clima

 

Coluna do Chico Pinto

 A URUCUBACA DOS VICES

A URUCUBACA DOS VICES

Enquete

 

Rádio Online

Subir

tiaolucena@gmail.com

Tião Lucena - Todos os Direitos reservados